Posts by admin

4 alimentos que não podem faltar no carrinho

4 Alimentos que não podem faltar no seu carrinho do Supermercado

Conheça esses alimentos imperdíveis

#1 – Abóbora

Rica em vitamina A, que auxilia na visão, em vitamina C, que fortalice a imunidade, e em carotenóides (como o betacaroteno), que são antio­xidantes que dão ao alimento aquela cor alaranjada, e fazem papel de fotoproteção, prevenindo o câncer. A abóbora também contém fibras, e portanto, melhora o funcionamento intestinal. As semenetes das mesmas auxilia na redução do colesterol “ruim” e são ricas em triptofano, substância importante para a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem estar e bom humor.

#2 – Vegetais crucíferos

Brócolis, couve-flor, nabo e couve de Bruxelas são exemplos conhecidos de vegetais crucíferos. Esses vegetais são riquíssimos em vitaminas e minerais como a vitamina C, vitamina E, vitamina B6, cálcio, ácido fólico, magnésio, potássio e fósforo que atuam na melhora da imunidade, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias; além de conterem fibras que auxiliam no funcionamento do intestino. Estes vegetais ainda possuem substâncias importantes para a manutenção da saúde e prevenção do câncer.

#3 – Alho

O alho é utilizado como medicamento há mais de 4.000 anos. No antigo Egito, acreditava-se que o alho deixava o escravo mais forte e saudável para realizar os trabalhos. O alho possui diversas propriedades: hipotensor, hipoglicemiante, hipocolesterolemiante, anti-inflamtório, vasodilatador, antibiótico, antifúngico, antiviral, antioxidante. O alho também atua na prevenção de coágulos e no tratamento de descon­ fortos intestinais, parasitoses, asma.

#4 – Açafrão da Terra

A curcumina é a substância presente no açafrão. Ela atua na inibição de fatores de crescimento tumoral agindo como anticancerígeno. Além disso, ela tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e antidepressiva.

Read more
maternidade-cuidados

Cuidados para volta do Corpo e Saúde após a Gravidez

A maternidade traz mudanças profundas na vida da mulher.

O corpo muda, a vida muda, as prioridades mudam e claro com tudo isso muitas mamães deixam de cuidar do seu corpo.

Mas os cuidados com o corpo são muito importantes não só para a volta do corpo, mas também para manter a autoestima lá em cima.

Muitas mamães deixam até de fazer a unha, cuidar do cabelo, da pele, de fazer exercícios, enfim… tudo o que era “o tempo dela, passa a ser o tempo do bebê”.

Mas será que esses cuidados são importantes apenas por uma questão estética?

Como mencionei, um dos primeiros pontos é resgatar a autoestima e autoestima é saúde emocional. Muitas mulheres desenvolvem a depressão pós-parto e essa pode levar até a falta de cuidados adequados com o bebê.

Outro ponto importante é que a intensa rotina de cuidados com o bebê deixa muitas mamães ansiosas e estressadas. A ansiedade e o estresse pela falta de dormir ou ter momentos de pausa pode levar a mulher a comer demais e engordar. Cria-se então um ciclo onde esse ganho de peso afetará novamente a autoestima.

As mudanças que ocorreram no corpo, do ponto de vista físico, fazem com que o corpo da mulher esteja sensível e propenso a dores e lesões. As dores podem também comprometer os cuidados com o bebê.

Mas será que é possível romper esses vários ciclos na vida materna? SIM!

Alguns cuidados simples da mãe, adotando um “estilo de vida saudável“, mantendo uma alimentação equilibrada e saudável e mantendo alguns cuidados com o seu corpo poderão promover grandes diferenças na vida da mamãe.

Veja alguns cuidados:

1. Adotar uma alimentação saudável

Ajudará a controlar o peso e também manter-se disposta e energizada para enfrentar o dia intenso.

2. Insira exercícios especializados para a volta da sua barriga, volta do peso e do seu corpo.

Quando a mulher vê seu corpo voltando, ela começa a se identificar com o seu “eu antigo” e isso faz muito bem para a autoestima. Apenas mantenha o cuidado de buscar um programa de exercícios especializados para que você não se lesione e não tenha postura ou diástase piorada. E nada de ficar cheia de dores! Exercícios que promovem dores musculares não ajudarão na volta do corpo, e também deixarão a mamãe mais cansada no seu dia de rotina materna.

3. Cuide do seu corpo com drenagem linfática, massagem relaxante.

Esses cuidados ajudarão a que você se sinta relaxada, recuperada para enfrentar o seu dia e com certeza seu bebê perceberá a mamãe mais paciente e relaxada. A drenagem ajudará a combater o inchaço que pode ter permanecido da gravidez. Também ajudará a manter a circulação saudável.

4. Faça alongamentos e exercícios posturais.

Esses ajudarão na volta da barriga, do corpo e também evitarão dores comuns também nesse período.

5. Aproveite o momento com seu bebê e faça exercícios com ele,

pode ser uma caminhada com ele no carrinho ou alguns exercícios localizados em que ele pode estar no seu colo ou no canguru (ou sling). Só veja um programa especializado para que você entenda como posicionar o bebê e não realizar movimentos bruscos.

 Evite o sedentarismo e faça uma agenda onde você dentro da rotina dos cuidados com o bebê, separe algum tempinho todos os dias para você!!!

Read more
qualidade-da-agua

A qualidade da água que deve ser ingerida

Você sabe a importância da qualidade da água que você ingere? Saiba mais…

A troca de líquidos no organismo deve ser feita utilizando-se a água mais pura possível, rica em oxigênio e em vitalidade de forma a preservar a capacidade vital e a normalidade das funções.

A água das cidades, além de pobre em oxigênio livre (fica parada nos reservatórios e caixas d’água), contém produtos prejudiciais à saúde como o cloro, o sulfato de alumínio, sulfato de cobre e outros agentes químicos utilizados no tratamento da água proveniente dos mananciais. Dependendo da sua origem, essa água pode também conter DDT e outros inseticidas, mercúrio e resíduos de adubos químicos e outros tipos de agrotóxicos. Resulta disso que a água que sai das torneiras, principalmente dos grandes centros, é morbígena e desaconselhada para consumo.

Quando se ingere água que contém baixa taxa de oxigênio e produtos químicos, ocorrem lentas transformações e deposições que estabelecem problemas ainda não previsíveis em toda a sua extensão.

Aconselha-se, portanto, que a água que irá fazer parte do nosso organismo seja pura, de preferência de fontes e nascentes seguras, preferencialmente de locais agrestes, ricos em oxigênio e onde a água se movimenta (riachos e cachoeiras). Esta água, ao contrário, purifica o organismo e enriquece-o de oxigênio e energia vital.

A utilização de águas minerais de fontes, como ocorre em estâncias hidrominerais no mundo inteiro, busca tratar as doenças comuns e revitalizar os organismos debilitados através da ação e do poder das águas minerais. Este método é um dos mais antigos recursos usados pela humanidade.

São famosos os efeitos das águas curativas da Grécia antiga e da Europa.

Hoje, existe critério científico para a utilização racional das águas minerais. Os estudiosos denominam de crenoterapia ou crenologia o ramo da ciência que se dedica ao assunto e explicam os resultados das águas minerais através de suas propriedades.

Read more
nao-cometa-gafe

Não cometa GAFE na academia

Lembre-se que a academia não é sua casa, que você divide o mesmo espaço com um grupo de pessoas, ter bom senso e ser educado é um dever. Leia algumas dicas par não dar bola fora!

1.  Sempre limpe o equipamento que você deixou sujo de suor.

2.  Durante o treino: não é hora de conversar, – bater papo ocupando uma aparelho, um equipamento, além de atrapalhar o seu próprio treinamento, você provavelmente vai tirar o lugar de quem esta querendo de fato, treinar. Nunca, em hipótese alguma cometa esta gafe, tenha “semancol”!

3. Não converse também com seu colega que esta tentando se concentrar no exercício que ele esta fazendo. Vai atrapalhar a contagem das repetições e também o foco dele.

4. Evite o celular: Ok, você não desgruda dele; então deixa ele no modo silencioso e se precisar atender, saia da sala de musculação. Ninguém precisa ouvir sua conversa.

5. Não jogue as anilhas e halteres no chão; o barulho pode incomodar todos alunos. E devolva sempre no lugar que você pegou. Os professores estão lá pra te ajudar na correção dos exercícios e não para ser seu empregado.

6. Nas aulas de ginástica, dança, etc em sala, nunnnnnnnca se coloque na frente de alguém, você chegou por ultimo? Então encontre um lugar na parte do fundo da sala. Muita gente usa o espelho para se corrigir , observar a própria execução, e a prioridade é sempre de quem chegou primeiro. Chegou atrasado e ainda quer “sentar na janelinha”?

7. Use desodorante e não use perfume, pode incomodar os outros alunos da academia.

8. Ficar parado frente ao espelho se olhando e de admirando feito um frango ou uma franga. Você tem que se amar, se curtir, sim, mas não exagere, tem gente que mais se olha do que faz exercício. É bem ridículo!

9. Não sabe fazer o exercício corretamente? Não tenha vergonha de chamar o professor para tirar sua dúvida. Vergonha é fazer o exercício da forma errada. Deixa o orgulho pra lá!

10. Use a quantidade de peso que você realmente aguenta. Muita gente exagera no peso para querer mostrar que esta forte, mas executa o exercício numa pequena amplitude de movimento, porque exagerou no peso, só pra sair bonito na foto! Mico máster!

Read more
atividade-fisica

A Atividade Física favorece um melhor funcionamento dos intestinos

Quando a microbiota intestinal (flora) está em pauta, é certa a menção da importância da dieta na diversidade e na qualidade das bactérias que habitam esse órgão – e que tem relação próxima com a saúde do organismo inteiro. Mas, outro elemento vem provando que também influencia nesse processo: a atividade física.

As bactérias da flora cooperam não só entre si, mas também produzem substâncias benéficas para todo o organismo. Não à toa, quando as bactérias que vivem no intestino está em equilíbrio, há indícios de que o corpo fica mais protegido contra processos inflamatórios – responsáveis pelo aparecimento de um monte de doenças crônicas.

Agora, para favorecer mesmo o desenvolvimento das bactérias boas, os exercícios aeróbicos, como caminhada e natação, são os mais indicados. Eles promovem uma circulação intensa de sangue pelo corpo. Com isso, há maior irrigação e movimento do intestino, o que facilita o crescimento de certos micro-organismos, facilitando assim, o processo da flora intestinal.

Read more