Archives for Alimentação Saudável

4 alimentos que não podem faltar no carrinho

4 Alimentos que não podem faltar no seu carrinho do Supermercado

Conheça esses alimentos imperdíveis

#1 – Abóbora

Rica em vitamina A, que auxilia na visão, em vitamina C, que fortalice a imunidade, e em carotenóides (como o betacaroteno), que são antio­xidantes que dão ao alimento aquela cor alaranjada, e fazem papel de fotoproteção, prevenindo o câncer. A abóbora também contém fibras, e portanto, melhora o funcionamento intestinal. As semenetes das mesmas auxilia na redução do colesterol “ruim” e são ricas em triptofano, substância importante para a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem estar e bom humor.

#2 – Vegetais crucíferos

Brócolis, couve-flor, nabo e couve de Bruxelas são exemplos conhecidos de vegetais crucíferos. Esses vegetais são riquíssimos em vitaminas e minerais como a vitamina C, vitamina E, vitamina B6, cálcio, ácido fólico, magnésio, potássio e fósforo que atuam na melhora da imunidade, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias; além de conterem fibras que auxiliam no funcionamento do intestino. Estes vegetais ainda possuem substâncias importantes para a manutenção da saúde e prevenção do câncer.

#3 – Alho

O alho é utilizado como medicamento há mais de 4.000 anos. No antigo Egito, acreditava-se que o alho deixava o escravo mais forte e saudável para realizar os trabalhos. O alho possui diversas propriedades: hipotensor, hipoglicemiante, hipocolesterolemiante, anti-inflamtório, vasodilatador, antibiótico, antifúngico, antiviral, antioxidante. O alho também atua na prevenção de coágulos e no tratamento de descon­ fortos intestinais, parasitoses, asma.

#4 – Açafrão da Terra

A curcumina é a substância presente no açafrão. Ela atua na inibição de fatores de crescimento tumoral agindo como anticancerígeno. Além disso, ela tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e antidepressiva.

Read more
qualidade-da-agua

A qualidade da água que deve ser ingerida

Você sabe a importância da qualidade da água que você ingere? Saiba mais…

A troca de líquidos no organismo deve ser feita utilizando-se a água mais pura possível, rica em oxigênio e em vitalidade de forma a preservar a capacidade vital e a normalidade das funções.

A água das cidades, além de pobre em oxigênio livre (fica parada nos reservatórios e caixas d’água), contém produtos prejudiciais à saúde como o cloro, o sulfato de alumínio, sulfato de cobre e outros agentes químicos utilizados no tratamento da água proveniente dos mananciais. Dependendo da sua origem, essa água pode também conter DDT e outros inseticidas, mercúrio e resíduos de adubos químicos e outros tipos de agrotóxicos. Resulta disso que a água que sai das torneiras, principalmente dos grandes centros, é morbígena e desaconselhada para consumo.

Quando se ingere água que contém baixa taxa de oxigênio e produtos químicos, ocorrem lentas transformações e deposições que estabelecem problemas ainda não previsíveis em toda a sua extensão.

Aconselha-se, portanto, que a água que irá fazer parte do nosso organismo seja pura, de preferência de fontes e nascentes seguras, preferencialmente de locais agrestes, ricos em oxigênio e onde a água se movimenta (riachos e cachoeiras). Esta água, ao contrário, purifica o organismo e enriquece-o de oxigênio e energia vital.

A utilização de águas minerais de fontes, como ocorre em estâncias hidrominerais no mundo inteiro, busca tratar as doenças comuns e revitalizar os organismos debilitados através da ação e do poder das águas minerais. Este método é um dos mais antigos recursos usados pela humanidade.

São famosos os efeitos das águas curativas da Grécia antiga e da Europa.

Hoje, existe critério científico para a utilização racional das águas minerais. Os estudiosos denominam de crenoterapia ou crenologia o ramo da ciência que se dedica ao assunto e explicam os resultados das águas minerais através de suas propriedades.

Read more